Restaurantes no Parque das Nações

Onde comer e beber nos arredores do Oceanário e Altice Arena, e junto ao rio


Arigato

Alameda dos Oceanos, Edifício Lisboa, Lote 2.11.01
218 967 132
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €25

Arigato, Lisboa

É um dos restaurantes preferidos dos lisboetas para sushi e sashimi, e também tem outras especialidades do Japão e Ásia. O espaço interior é luminoso e confortável, mas é sempre melhor ficar na esplanada virada para o Oceanário e o rio.




Butchers

Rua do Pólo Sul, 15C
936 221 553
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €25

Butchers, Lisboa

Curiosamente, o Parque das Nações nunca teve um restaurante dedicado à carne, mas este finalmente abriu em 2016, para satisfazer os carnívoros. Fica nas traseiras do Casino Lisboa, e serve carne importada dos Estados Unidos, Austrália, Uruguai e Espanha, entre outros países. A carne é maturada no restaurante, e vai para a grelha sem sal ou outros temperos. Em alternativa, pode-se pedir uma das opções de peixe, como um hambúrguer de salmão ou um prego de atum.


Cantinho do Avillez

Rua Bojador, 55
218 700 365
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €40

Cantinho do Avillez, Lisboa

O primeiro “Cantinho” de José Avillez abriu no Chiado em 2011, e foi o primeiro dos vários restaurantes do chef. Este segundo “Cantinho” abriu em 2018, com os mesmos pratos clássicos do chef, mas com a vantagem de uma esplanada virada para o Tejo.


Capricciosa

Passeio das Tágides, Lote 2.26.01
218 922 595
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €15

Capricciosa, Lisboa

Existem duas pizzarias Cappriciosa em Lisboa, ambas com esplanadas junto ao rio (a outra fica nas Docas de Santo Amaro). Esta no Parque das Nações é uma boa escolha antes de um espetáculo no Altice Arena ou depois de uma visita ao Oceanário. As opções são pizzas feitas num forno a lenha, saladas e massas.


Fifty Seconds

Cais das Naus, Lote 2.21.01/Torre Vasco da Gama
211 525 380
Encerra ao domingo e segunda-feira
Preço por pessoa: €150

Fifty Seconds, Lisboa

É o restaurante mais alto de Lisboa, a 120 metros de altura, no topo da Torre Vasco da Gama (ou Hotel Myriad). O nome refere-se ao tempo que leva o elevador a chegar ao topo da torre, de onde se tem uma das vistas mais impressionantes da Lisboa moderna e sobre o Tejo. A cozinha é da responsabilidade do chef Martín Berasategui, há muito premiado com estrelas Michelin nos seus restaurantes em Espanha. Este restaurante também já tem uma estrela, pelos pratos de inspiração mediterrânica, servidos à carta ou num menu de degustação.


Guilty Parque das Nações

Avenida Dom João II, 27
218 915 440
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €30

Guilty, Lisboa

O primeiro “Guilty” abriu há já alguns anos a poucos metros da Avenida da Liberdade, e mantém-se um destino da moda. A receita do sucesso é repetida aqui, neste espaço junto à Estação do Oriente. Serve os mesmos “guilty pleasures” -- hambúrgueres suculentos, massas, e pizzas feitas em forno de lenha.


Honorato

Alameda dos Oceanos Lote 2.11.01, Fracção H/I
218 967 207
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €15

Honorato, Lisboa

Esta famosa hamburgueria encontra-se em vários bairros da cidade, e no Parque das Nações tem uma agradável esplanada virada para o Tejo e o Oceanário. No menu, a oferta é a mesma -- hambúrgueres artesanais para acompanhar com gins e cocktails.


L'Origine by Chakall

Rua da Pimenta, 103
218 948 136
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €20

L'Origine, Lisboa

Depois da publicação dos seus livros e de ter programas de culinária na televisão, Chakall tornou-se um dos chefs mais reconhecidos dos portugueses. No entanto, nunca aspirou a estrelas Michelin, e os restaurantes que tem aberto em Lisboa ao longo dos anos são sempre descontraídos e para refeições mais ligeiras. Este, que se encontra ao lado de vários outros restaurantes com esplanada junto ao rio e à Torre Vasco da Gama, dedica-se à cozinha italiana. Oferece uma variedade de carpaccios, saladas, burratas com pão torrado, massas, pizzas, e calzones.


Miss Saigon

Rua Cais das Naus, Lote 4.01.01
210 996 589
Encerra ao sábado e domingo
Preço por pessoa: €15

Miss Saigon, Lisboa

Escondido a poucos passos da Torre Vasco da Gama, este pequeno restaurante serve almoços de pratos vegan, que variam todos os dias. Muitos são de inspiração asiática, e usam produtos biológicos.


Senhor Peixe

Rua da Pimenta, 35
218 955 892
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €25

Senhor Peixe, Lisboa

Fica junto a restaurantes turísticos, mas destaca-se pela qualidade da sua especialidade -- o peixe fresco. Tem um aquário à entrada com sapateiras e lagostas, mas os peixes grelhados (vindos todos os dias de Setúbal) são as opções mais pedidas. Há muito espaço no interior e na esplanada, sendo por isso uma escolha frequente para jantaradas em grupo.


The Fifties

Avenida João II, 1.17.02, Loja B
210 966 204
Encerra ao domingo
Preço por pessoa: €15

The Fifties, Lisboa

Este restaurante inspirou-se nos "diners" americanos e recua no tempo até aos anos 50. Um jukebox e imagens de Elvis Presley e Marilyn Monroe decoram o interior colorido, onde são servidos cachorros ou hambúrgueres com batatas fritas, acompanhados por milkshakes. A experiência não fica completa sem as doces tentações, como brownies, cheesecakes, sundaes, waffles e panquecas.


The Old House

Rua Pimenta, 9
218 969 075
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €35

The Old House, Lisboa

A inauguração deste restaurante contou com o embaixador da China e com o vice-primeiro-ministro português. Isto porque é o primeiro restaurante de um conceituado grupo chinês a abrir fora da China, onde tem mais de 30 espaços. Serve a cozinha típica (e picante) da região de Sichuan, mas aqui é ligeiramente menos picante para agradar ao paladar português. Para não haver surpresas, o nível de picante vem indicado nas ementas, apresentadas em iPads.
Encontra-se virado para o Tejo, entre o Altice Arena e a Torre Vasco da Gama, e é dividido em dois andares. O piso superior abre apenas ao jantar, e tem vista para o rio. Tem também salas privadas, enquanto no piso térreo estão as mesas para quatro a oito pessoas, e há ainda uma esplanada.
A decoração é contemporânea mas com toques tradicionais da China, como as porcelanas e as lanternas vermelhas.
Apesar de não ser o típico restaurante chinês, não pode faltar o Pato à Pequim, cozinhado num forno especial.


Zero Zero

Alameda dos Oceanos, Lote 2.11.01H
218 957 016
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €20

Zero Zero, Lisboa

O primeiro Zero Zero abriu no Príncipe Real, com uma esplanada virada para o Jardim Botânico, enquanto este, aberto em 2017, tem a sua esplanada virada para o Tejo. Aqui, todos os produtos também chegam de Itália, e a especialidade é a pizza de massa integral. A lenha usada no forno faz parte da decoração da cozinha, que é aberta para a sala.