Restaurantes no Chiado

Os clássicos e os da moda


A Taberna da Rua das Flores

Rua das Flores, 103
213 479 418
Encerra ao domingo
Preço por pessoa: €20

A Taberna da Rua das Flores, Lisboa

Esta "taberna" traz à atualidade as tradições e o ambiente de outros tempos em Lisboa. Recorda algumas receitas já esquecidas, em pratos que variam diariamente. Reconhecido como um dos melhores restaurantes para provar uma autêntica cozinha portuguesa, é muito concorrido, por isso a espera por mesa é quase sempre inevitável (não aceita reservas).




Alma

Rua Anchieta, 15
213 470 650
Encerra à segunda-feira
Preço por pessoa: €60

Alma, Lisboa

O chef Henrique Sá Pessoa foi premiado com uma estrela Michelin logo no primeiro ano deste restaurante no Chiado, e hoje já conta duas. É, sem dúvida, um dos melhores restaurantes de Lisboa, apresentando cozinha portuguesa criativa com algumas influências asiáticas. Muitas vezes os pratos são servidos pelo próprio chef ou terminados à frente do cliente.
A sala, que preserva uns arcos em pedra, é decorada com tapeçarias de lã e algodão, feitas por artistas portugueses.


Aqui Há Peixe

Rua da Trindade, 18A
213 432 154
Encerra à segunda-feira
Preço por pessoa: €35

Aqui Há Peixe, Lisboa

Abriu em Lisboa em 2009, mas já era um dos restaurantes mais conhecidos da região quando se encontrava na praia da Comporta, graças ao seu peixe fresco, preparado na perfeição. A receita tem-se mantido depois da mudança para o centro da capital, e o peixe continua a chegar diretamente do mar, não do viveiro.


Ao 26 - Vegan Food Project

Rua Vítor Cordon, 26 (Chiado)
967 989 184
Encerra ao domingo
Preço por pessoa: €25

Ao 26, Lisboa

Foi um dos primeiros restaurantes 100% vegan na cidade e é um dos favoritos nessa categoria, por isso convém reservar. Apresenta pratos originais e outros que recriam tradições da cozinha tradicional portuguesa, como a “bifana”, a francesinha, ou o pastel de “bacalhau”, tudo sem ingredientes de origem animal. Para terminar a refeição, não deixe de provar uma das deliciosas sobremesas.


BAHR

Praça Luís de Camões, 2 - 5º Andar
213 408 253
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €45

BAHR, Lisboa

Situado no topo do Bairro Alto Hotel, este restaurante tem cozinha aberta para a sala de jantar e um bar num terraço virado para o Tejo. Os menus são sazonais e da responsabilidade do chef Nuno Mendes, que foi premiado com estrela Michelin no restaurante que tinha em Londres. No terraço também se serve brunch e refeições ligeiras.


Bairro do Avillez

Rua Nova da Trindade, 18
215 830 290
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €40

O Bairro do Avillez, Lisboa

O premiado chef José Avillez dividiu este espaço em conceitos e experiências diferentes -- à entrada fica a “Taberna” para petiscos, e num claustro fica o “Pátio” para alguns dos pratos mais emblemáticos do chef (sobretudo de peixe e marisco). Na Taberna não se aceitam reservas, já no Pátio é difil conseguir mesa sem reservar.


Belcanto

Rua Serpa Pinto, 10A
213 420 607
Encerra ao domingo e à segunda-feira
Preço por pessoa: €120

Belcanto, Lisboa

É o restaurante onde é mais difícil reservar mesa em Lisboa, tendo muitas vezes uma espera de semanas. Isto porque foi o primeiro a ter duas estrelas Michelin na cidade e em 2015 entrou para a lista dos 100 melhores restaurantes do mundo. É um reconhecimento do talento do chef José Avillez, que prepara uma cozinha portuguesa de vanguarda e oferece a oportunidade de se provar vários pratos em menus de degustação.


Bistro 100 Maneiras

Largo da Trindade, 9
210 990 475
Encerra ao domingo
Preço por pessoa: €40

Bisto 100 Maneiras, Lisboa

Dividido em dois pisos, este é um dos mais belos restaurantes da cidade. Tem um bar de cocktails à entrada, decorado com vitrines antigas e detalhes Art Déco, inspirados nas origens do edifício. A melhor mesa fica no piso de cima, junto à janela, com vista sobre o Chiado. Da cozinha saem pratos imaginados pelo criativo chef Ljubomir Stanisic.


Boa Bao

Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 30
919 023 030
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €25

Boa Bao, Lisboa

Foi o primeiro restaurante a oferecer muitos dos pratos mais emblemáticos de vários países asiáticos, e por isso tem sido, desde que abriu, um dos mais procurados no Chiado. Os sabores da Tailândia, Vietname, Laos, Camboja, Malásia, Indonésia, Filipinas, Coreia, China, entre outros, parecem agradar a todos, e há mesmo escolhas para qualquer tipo de cliente, com uma lista de pratos vegetarianos, vegan e biológicos.
Não aceita reservas, mas o bar à entrada serve boas bebidas enquanto se espera por mesa no interior ou na esplanada.


Café Buenos Aires

Calçada do Duque, 31B
213 420 739
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €30

Café Buenos Aires, Calçada do Duque, Lisboa

O nome transporta-nos para a capital argentina, mas este restaurante também tem um pouco de Paris e de Lisboa, na ementa e na decoração. Há mesas na calçada com vista para o castelo, por isso atrai muitos turistas, mas não é um restaurante turístico -- é um dos lugares de eleição dos lisboetas desde 2002. A pequena sala é acolhedora, e uma boa escolha para um jantar romântico (convém é reservar mesa).


Cantinho do Avillez

Rua Duques de Bragança, 7
211 992 369
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €40

Cantinho do Avillez, Lisboa

Antes do seu premiado Belcanto, o chef José Avillez abriu este "cantinho" em 2011, onde oferece uma cozinha mais simples e variada, sem deixar de lhe dar um toque de sofisticação. É um espaço acolhedor e informal, com um balcão corrido no bar, onde de pode ficar a beber um copo antes ou depois da refeição.
Foi aqui que nasceu a famosa sobremesa de avelã do chef, a "avelã3".


Cervejaria Trindade

Rua Nova da Trindade, 20C
213 423 506
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €30

Cervejaria Trindade, Lisboa

É um espaço histórico e um dos mais belos restaurantes da cidade. Trata-se de um antigo refeitório de um convento, cujos coloridos azulejos do século XIX ainda sobrevivem. Por isso e por servir cozinha tradicional portuguesa, recebe muitos turistas mas também lisboetas, apreciadores dos seus bifes e marisco.


Epur

Largo da Academia das Belas Artes, 14
213 460 519
Encerra ao domingo e segunda-feira
Preço por pessoa: €100

Epur, Lisboa

O chef francês Vincent Farges esteve à frente de um dos melhores restaurantes de Cascais durante uma década, mas encontra-se agora na capital, num belo espaço, com janelas viradas para uma das melhores vistas da cidade. A cozinha está aberta para a sala, que se encontra decorada num estilo nórdico e com painéis de azulejos do século XVIII. Os menus de degustação variam dependendo da época e dos produtos mais frescos de produtores nacionais. Os vinhos são todos portugueses, com exceção do champanhe. Em 2019 foi distinguido com uma estrela Michelin.


Honorato

Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 12
212 453 674
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €15

Honorato, Lisboa

Há hoje várias hamburguerias "Honorato" na cidade, mas a do Chiado é o espaço que mais se destaca, pois inclui uma autêntica obra de arte -- uma parede esculpida por Vhils, o artista português reconhecido internacionalmente. As receitas dos hambúrgueres são de Márcio Honorato, que deu o nome ao primeiro restaurante, no Príncipe Real (que entretanto encerrou). O ambiente é descontraído, e há ainda um bar de gins.


Jardim das Cerejas

Calçada do Sacramento, 36
213 469 308
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €15

Jardim das Cerejas, Lisboa

Foi um restaurante vegetariano, mas agora é 100% vegan. Os pratos servidos num buffet (ao almoço e ao jantar) variam diariamente, e são em grande parte inspirados na cozinha indiana.


Mano a Mano

Rua do Alecrim, 22
914 054 273
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €20

Mano a Mano, Lisboa

Este restaurante, de janelas e portadas viradas para a rua que liga o Chiado ao Cais do Sodré, serve as especialidades mais conhecidas de Itália, ou seja, pasta e pizza. Nas pizzas, o cliente decide se quer com massa alta (à napolitana) ou fina (à romana). Já na escolha do vinho, a dúvida é entre o italiano e o português. O espaço é iluminado por jogos de luz espelhados nas superfícies, e decorado com mobiliário de madeira e mármore.


Mar ao Carmo

Largo do Carmo, 21
933 502 602
Encerra à segunda-feira
Preço por pessoa: €30

Mar ao Carmo, Lisboa

O mar chega ao Largo do Carmo através deste restaurante especializado em peixe e marisco nacional. Tem uma esplanada virada para as ruínas do Convento do Carmo, e um pequeno interior com um aquário de lagostas e sapateiras e uma banca com os peixes do dia. Há ainda opções de carne, como o prego de lombo para terminar a refeição.
Encontra-se aberto durante a tarde, para petiscos e refeições a qualquer hora.


Mercantina

Rua da Misericórdia, 106-116
213 470 512
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €25

Mercantina, Lisboa

Primeiro abriu em Alvalade, em 2013, e em pouco tempo as suas pizzas em forno a lenha foram reconhecidas com o certificado “Associazione Verace Pizza Napoletana”, ou seja, o prémio de Nápoles para as verdadeiras pizzas napolitanas espalhadas pelo mundo. Quase dois anos depois abriu este espaço, no Chiado, onde continua a cumprir os requisitos para servir as pizzas “verdadeiramente napolitanas” (como, por exemplo, manter a temperatura do forno a 485 graus). Usa ingredientes frescos e alguns importados de Nápoles.


Organi Chiado

Calçada Nova de São Francisco, 2
216 065 121
Encerra ao domingo
Preço por pessoa: €20

Organi Chiado, Lisboa

Começou por ser um restaurante só com pratos vegetarianos e alguns de peixe, mas hoje é totalmente vegan. Usa produtos de origem nacional e biológicos, e as sobremesas não levam açúcar.
Os menus variam todos os dias, e os pratos podem ser acompanhados por sumos naturais e vinhos biológicos.
Tem uma pequena esplanada na calçada.


Palácio Chiado

Rua do Alecrim, 70
210 101 184
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €30

Palácio Chiado, Lisboa

Não é bem um restaurante, é um palácio do século XVIII com várias cozinhas, mas é possível pedir pratos de qualquer uma. Há mesas espalhadas pelas magníficas salas, em dois pisos ligados por uma escadaria monumental decorada com um belo vitral. Antes de se sentar à mesa, admire os frescos nos tetos e nas paredes, e todos os detalhes decorativos que fazem deste um dos mais belos espaços gastronómicos de Lisboa.


Sea Me

Rua do Loreto, 21
213 461 564
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €35

Sea Me, Lisboa

É peixaria, marisqueira, petiscaria e bar, ou melhor, uma "peixaria moderna". É um espaço contemporâneo onde se pode comprar peixe para cozinhar em casa, ou ficar para uma refeição que vai do sushi ao marisco tradicional.
O peixe é sempre fresco, e também pode ser servido no bar, acompanhado por vinho a copo.


Silk Club

Rua da Misericórdia, 14
913 009 193
Encerra ao domingo e segunda-feira
Preço por pessoa: €40

Silk Club, Lisboa

Membro do "The World's Finest Clubs", este bar e restaurante oferece uma vista de quase 360 graus sobre a cidade. Situa-se no último piso de uma galeria comercial, e tem um ambiente relativamente exclusivo. A decoração minimalista é composta por mesas onde se desfruta uma variedade de cocktails e refeições de cozinha japonesa (sashimi, nigiri, hosomaki, uramaki, futomaki e temaki). Um DJ residente anima o espaço pela noite dentro.


Tágide

Largo Academia Nacional de Belas Artes, 18-20
213 404 010
Encerra de domingo a terça-feira
Preço por pessoa: €35

Tágide, Lisboa

Da sala luminosa deste restaurante tem-se uma das mais belas vistas de Lisboa. Encontra-se num edifício pombalino, e mantém uma fonte em pedra do século XVII e painéis de azulejos centenários pintados à mão. Serve cozinha portuguesa, e na porta ao lado tem uma sala para tapas e vinho português a copo ou garrafa, com a mesma vista sobre a cidade.


Tavares

Rua da Misericórdia, 37
213 421 112
Encerra ao domingo
Preço por pessoa: €60

Restaurante Tavares, Lisboa

É o restaurante mais antigo de Portugal, um dos mais antigos do mundo, e o mais belo de Lisboa. Aberto em 1784, parece uma sala saída do Palácio de Versalhes, com uma arquitetura e decoração em estilo barroco e rococó. Tem servido da melhor comida de Lisboa ao longo dos séculos, e chegou a ter uma estrela Michelin com José Avillez na cozinha. Os chefs têm mudado, os pratos também, mas continua a ser um dos restaurantes onde se deve ir pelo menos uma vez na vida.
A cozinha continua a ser portuguesa, mas com alguma inspiração internacional.


The Green Affair

Rua Serpa Pinto, 15A
969 398 228
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €15

Green Affair, Lisboa

É uma das melhores opções para os não-carnívoros, com pratos 100% vegetais a preços razoáveis. Apresenta uma decoração cuidada, um jardim interior, e um bar à entrada, de onde saem cocktails e mocktails. Os pratos inspiram-se nas várias cozinhas do mundo, privilegiando os ingredientes de produção local e biológica, e ao almoço há um menu especial.


Visconti

Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 18
213 461 512
Abre todos os dias
Preço por pessoa: €25

Visconti, Lisboa

Este “bistrô italiano” pegou no receituário clássico italiano e deu-lhe toques contemporâneos e autorais. Todos os pratos levam produtos frescos, e podem ser servidos na esplanada ou no interior com paredes pintadas de azul e decorado num estilo clássico (com sofás de veludo, mesas com tampos de mármore, e quadros com páginas da revista Paródia, de Bordalo Pinheiro, que deu nome ao largo onde se situa o restaurante).