Lisbon Guide
Guia de Lisboa
Lisbon Guide
FOLLOW LISBON:
SIGA LISBOA:
Lisbon Lux FacebookLisbon Lux TwitterLisbon Lux on Google Plus
RECOMMEDED IN:
RECOMENDADO EM:
Lonely Planet
DIE ZIET
ALFAMA | AVENIDA DA LIBERDADE | AVENIDAS NOVAS | BAIRRO ALTO | BAIXA | BELÉM | CAIS DO SODRÉ
CAMPO DE OURIQUE | CHIADO | MOURARIA | PARQUE DAS NAÇÕES | PRÍNCIPE REAL | SANTOS

Search SEARCH LISBON:
PROCURE LISBOA:

FADO

The Sound of Lisbon

O Som de Lisboa
World Heritage Site
WORLD HERITAGE
PATRIMÓNIO MUNDIAL

L isbon is one of the very few cities in the world with its very own sound. New Orleans has its jazz, Buenos Aires presents tango, Rio de Janeiro moves to samba, and Seville has flamenco, but Lisbon's Fado is not a dance or even music.

Fado is the opening of the heart, the exposure of emotions to the sound of a guitar. It's revealing mostly nostalgic and melancholic feelings, but also a great sense of hope and celebration of the complexities of life (and love) amid pain. It's essentially a heartfelt recital of poems, a chant, or a cry, which is why you don't really need to understand the lyrics to feel it. You sense it in the singer's voice and face (usually with the eyes closed and head tilted back), in the darkness (as in mourning) of the outfit, and in the melodramatic pauses in between. It should be performed in a very low-lit, quiet space, although there are also more upbeat Fados usually about the everyday life and characters of Lisbon's oldest neighborhoods.
It all started as what today we'd call urban music, in the early 1800s in the streets and brothels of Lisbon, although some historians believe the real origin predates to homesick sailors at sea and to the slaves in Brazil. There is also an evident Moorish influence, perhaps explained by the first "Fado neighborhood" in the city, the Mouraria, which was the Moorish enclave for centuries.
With only a couple of exceptions, Fado clubs today (called "casas de Fado" or "Fado houses") are essentially tourist traps. The food served at most of them are not the city's most creative gastronomic presentations, but you don't exactly have to dine in order to listen to the performances. You can just have a bottle of wine, but remember that at most clubs there is a minimum charge of between 15 and 25 euros. There are usually several singers throughout the night, so don't worry if you don't like the first one you hear.
Some places are more informal and less tourist-oriented, often home to "Fado vadio," impromptu Fado performances from guests. In these cases a perfect voice, sobriety, or enormous talent is not needed, but simply the spirit and the love of the tradition to get up and sing. Good places for such Fado is Tasca do Chico in Bairro Alto and A Baiuca in Alfama. Performances end with massive applause and cheers of "É Fadista!," meaning "That's a Fado singer!"
Fado fanatics or those who'd like to know more about it should visit the Fado Museum in Alfama.
If you'd like to take some recordings home, the ones to look for are those of Amália Rodrigues who took the Portuguese soul around the world in the 20th century. She died in 1999 but the new generation of fadistas (especially Grammy-nominated Mariza) are keeping her style alive while also broadening the sound with new instruments.
In addition to Mariza, other names to look out for are Ana Moura, Carminho, Cristina Branco, and Mísia, among all the others below:

L isboa é das muito poucas cidades do mundo com o seu próprio som. New Orleans tem o jazz, Buenos Aires apresenta tango, o Rio de Janeiro mexe-se ao som de samba, e Sevilha dança o flamenco, mas o Fado de Lisboa não é uma dança ou até mesmo música.

Fado é a expressão de sentimentos ao som de guitarras, uma exposição de saudade e de outras emoções. É também uma manifestação de esperança e uma celebração das complexidades da vida, da angústia e do amor. É por isso um poema ou uma lamentação em que nem é preciso entender as palavras para se sentir. Percebe-se na voz e nas expressões de quem canta (muitas vezes de olhos fechados), no preto do vestido (como se em luto), e nas pausas dramáticas durante a atuação.
O Fado deve ser interpretado no escuro e num ambiente silencioso, apesar de também haver fados mais animados sobre a vida e as personagens típicas dos bairros antigos de Lisboa.
Tudo começou como o que hoje se chamaria de música urbana, no princípio do século XVIII, nas ruas e bordéis lisboetas, apesar de historiadores também acreditarem que a sua origem está nos marinheiros portugueses ou nos escravos do Brasil. A influência árabe também é evidente, o que se explica pelo primeiro "bairro do Fado," a Mouraria, que, tal como o nome indica, era o bairro mouro da cidade.
Com uma ou outra exceção, as "casas de Fado" de hoje são principalmente para turistas. A comida servida é simples e estes espaços não são propriamente as experiências gastronómicas mais criativas da cidade. Mas não é obrigatório jantar, pois pode pagar um consumo mínimo para os espetáculos (geralmente de entre 15 a 25 euros) e depois pedir uma garrafa de vinho se o desejar. Costumam haver várias atuações ao longo da noite, por isso se não ficar fã do primeiro artista, aguarde pelo próximo.
Alguns espaços são mais informais e menos dirigidos a turistas, geralmente dedicados ao "Fado vadio" em que qualquer pessoa pode levantar-se e cantar. Nestes casos a voz perfeira, sobriedade ou talento não são necessários, pois basta o espírito e a paixão pela tradição. Bons locais para este tipo de Fado é a Tasca do Chico no Bairro Alto e A Baiuca em Alfama. Cada atuação termina com um grande aplauso e gritos de "É fadista!"
Os maiores apreciadores de Fado ou simplesmente aqueles que querem conhecer mais sobre ele, não devem deixar de visitar o Museu do Fado em Alfama. Se quiser levar algumas gravações para casa, os albuns que não deve perder são os de Amália Rodrigues que espalhou a alma portuguesa pelo mundo durante o século XX. Faleceu em 1999 mas uma nova geração de fadistas (especialmente Mariza, já nomeada para um Grammy) mantêm o seu estilo enquanto evoluem o seu som com a introdução de novos instrumentos. Juntamente com Mariza, outros nomes que deve procurar são o de Ana Moura, Carminho, Cristina Branco e Mízia, entre os outros apresentados aqui:

FADO CLUBS
CASAS DE FADO
FADO MUSEUMS
MUSEUS DO FADO


12 Great Fado Voices

12 Grandes Vozes do Fado
Amalia Rodrigues
1 | AMÁLIA RODRIGUES

Amália (it's enough to just use her first name) was the queen of Fado and Portugal's biggest artistic ambassador. Her singing essentially defined the sound of the genre, flying from Lisbon to Japan, around Europe and the United States (becoming the first Portuguese face on American TV when she appeared on NBC's "Coke Time with Eddie Fisher" in 1953). Many of her songs were poems by some of Portugal's greatest poets, today classics interpreted by a new generation of singers. She died in 1999 and was given the honor of resting in the National Pantheon. Her house is now a museum and the 2-volume "The Art of Amália" CD compiles her biggest hits.

Amália (basta só dizer o primeiro nome) foi a rainha e maior embaixadora do Fado. O seu talento conseguiu definir um género musical, levando-o de Lisboa ao Japão, pela Europa e Estados Unidos (foi a primeira portuguesa a aparecer na televisão americana, no programa Coke Time com Eddie Fisher da NBC em 1953). Muitas das suas canções eram obras de alguns dos maiores poetas do país, sendo hoje clássicos interpretados por uma nova geração de fadistas. Faleceu em 1999 e foi homenageada com um lugar no Panteão Nacional. A casa onde viveu a maior parte da sua vida é agora um museu, e o album de dois volumes "The Art of Amália" reúne os seus maiores êxitos.

YouTube: Amália Rodrigues - "Estranha Forma de Vida"

Get Amalia Rodrigues music on Amazon: The Art of Amalia

Ana Moura
2 | ANA MOURA

Her first album "Guarda-me a Vida na Mão" was released in 2003 and since then she has performed in dozens of countries. Her voice has attracted famous fans, from the Rolling Stones (who invited her to sing with them at one of their concerts and asked her to record a track for their "The Rolling Stones Project" album) to Prince (who reportedly flew to Paris just to see one of her concerts). After a second album in 2004, she performed in New York's Carnegie Hall, and has since then become a best-selling artist in Portugal (her 2007 album "Para Além da Saudade" reached triple platinum) while also conquering the world stages.

O seu primeiro album "Guarda-me a Vida na Mão" foi lançado em 2003 e desde então tem atuado em dezenas de países. A sua voz tem atraído fãs bem conhecidos como os Rolling Stones (que a convidaram a subir ao palco num dos seus concertos e a participar na coletânea "The Rolling Stones Project"), e Prince (que ter-se-á deslocado a Paris só para um dos seus espetáculos). Depois do seu segundo album em 2004 foi convidada a atuar no mítico Carnegie Hall em Nova Iorque, e desde aí tem-se tornado numa das artistas que mais vende em Portugal (o "Para Além da Saudade" de 2007 atingiu a tripla platina) enquanto continua a conquistar os palcos internacionais.

YouTube: Ana Moura - "O Que Foi Que Aconteceu"

Get Ana Moura music on Amazon: Para Além Da Saudade

Camane
3 | CAMANÉ

Seen as the leading male voice of a younger generation of Fadistas, Camané sings traditional Fado. His first album "Uma Noite de Fados" was released in 1995 and he has since then recorded half a dozen others which were also released around Europe and in Asia.

Considerado a maior voz masculina da nova geração de fadistas, Camané canta Fado tradicional. O seu primeiro album "Uma Noite de Fados" foi lançado em 1995 e desde então já gravou uma meia dúzia que também chegou a vários países da Europa e Ásia.

YouTube: Camané - "Sei de um Rio"

Get Camané music on Amazon: Esta Coisa Da Alma

Carlos do Carmo
4 | CARLOS DO CARMO

If Amália was the queen of Fado, you can call Carlos do Carmo the king. His is the most successful male voice in Fado, releasing albums since the 1960s. Although his Fado is classic, some also find a jazzy sound and Frank Sinatra style in many of his songs.

Se Amália continua a ser a rainha, Carlos do Carmo é o rei do Fado. É o maior intérprete masculino, lançando albuns desde os anos 60. Apesar dos seus fados serem clássicos e tradicionais, há quem também encontre um certo "jazz" e estilo "Frank Sinatra" em muitas das suas interpretações.

YouTube: Carlos do Carmo - "Lisboa Menina e Moça"

Get Carlos do Carmo music on Amazon: Fado Maestro

Carminho
5 | CARMINHO

The daughter of a Fadista ended up following in her mother's footsteps and has revealed an exceptional voice since her teenage years. Her first album simply titled "Fado" was released in 2009 which immediately made her the new Fado sensation.

A filha de uma fadista acabou por seguir os passos da mãe e revelou uma voz excepcional logo na adolescência. O seu primeiro álbum intitulado simplesmente "Fado" saiu em 2009, lançando-a numa carreira como a nova revelação feminina.

YouTube: Carminho - "Escrevi Teu Nome no Vento"

Get Carminho music on Amazon: Fado

Cristina Branco
6 | CRISTINA BRANCO

As heard in the album "Sensus" from 2003, Cristina Branco's Fado is the sound of a younger generation. In Branco's case that new sound isn't the addition of non-traditional Fado instruments as other young Fadistas have done, but in the sexier themes of some of her lyrics. She's been releasing critically-acclaimed albums since 1997 which have also sold well in the Netherlands and France.

Como se verifica no álbum "Sensus" de 2003, o Fado de Cristina Branco é o de uma nova geração. No caso de Cristina, a inovação não é feita pelo uso de instrumentos tradicionalmente não associados ao Fado como outros jovens fadistas têm feito, mas sim na sensualidade de muitos dos temas. Tem lançado álbuns muito bem recebidos pela crítica e pelo público desde 1997, não só em Portugal mas também em países como a Holanda e França.

YouTube: Cristina Branco - "Água e Mel"

Get Cristina Branco music on Amazon: Sensus

Dulce Pontes
7 | DULCE PONTES

Although she's sung in several musical styles, Dulce Pontes is one of the major contributors to the revival of Fado and the rise of young Fadistas. She's now seen as a World Music singer, mixing Fado with modern folk and classical sounds, but it is her powerfully emotive singing that's really made her a star.

Embora cante vários estilos musicais, Dulce Pontes é uma das grandes responsáveis pelo renascimento do Fado e pelo surgimento de novos fadistas. É agora conhecida como uma artista de World Music, misturando Fado com folclore e música clássica, mas é sobretudo uma cantora que se define e destaca pela força da sua voz.

YouTube: Dulce Pontes - "Canção do Mar"

Get Dulce Pontes music on Amazon: Best of Dulce Pontes

Katia Guerreiro
8 | KÁTIA GUERREIRO

Performing works by Portuguese writers like Fernando Pessoa, Sophia de Mello Breyner and Antonio Lobo Antunes, Katia Guerreiro's Fado is characterized by its lyrical richness. Her first album ("Fado Maior") was released in 2001 and over the years she's performed all over the world, from Japan to Turkey, Russia, Morocco, France, Sweden, and the Netherlands among others.

Interpretando obras de escritores portugueses como Fernando Pessoa, Sophia de Mello Breyner e António Lobo Antunes, o Fado de Kátia Guerreiro caracteriza-se pela riqueza lírica. O seu primeiro album ("Fado Maior") foi lançado em 2001 e ao longo dos anos tem subido os palcos de países tão diversos como Japão, Turquia, Rússia, Marrocos, França, Suécia e Holanda.

YouTube: Katia Guerreiro - "Segredos"

Get Katia Guerreiro music on Amazon: Os Fado Do Fado

Mafalda Arnauth
9 | MAFALDA ARNAUTH

Her first album was released in 1999 but her career as "fadista" began some years before. Acclaimed by critics, she's performed in some of Europe's finest concert halls such as the Royal Albert Hall in London and Concertgebouw in Amsterdam.

O seu primeiro album foi lançado em 1999, mas a sua carreira como fadista teve início alguns anos antes. Aclamada pela crítica, já realizou concertos em algumas das salas mais pretigiadas da Europa, como a Royal Albert Hall de Londres e a Concertgebouw de Amesterdão.

YouTube: Mafalda Arnauth - "O Mar Fala de Ti"

Get Mafalda Arnauth music on Amazon: Encantamento

Mariza
10 | MARIZA

They call her the new Amália, and she's certainly the most successful singer of contemporary Fado. Her success is as international as it is national, having performed at some of the biggest concert halls in Europe, the United States, and Australia. Born in Mozambique to a Portuguese father and African mother, she moved to Lisbon as a child where she grew up singing everything from pop to Fado. Her Fado adds new instruments and world beats (from Brazilian to African), but her lyrics are mostly classic Portuguese poems and lyrics. Her stage presence is also phenomenal, as seen in the "Concerto em Lisboa" DVD.

Chamam-lhe a nova Amália, e é sem dúvida a fadista de maior sucesso dos últimos anos. Esse sucesso é tão internacional como nacional, tendo cantado em algumas das maiores salas da Europa, Estados Unidos e Austrália. Nascida em Moçambique de um pai português e mãe africana, mudou-se para Lisboa em criança, cidade onde cresceu a cantar um pouco de tudo, desde pop ao Fado. O seu Fado tem juntado novos instrumentos e influências (desda a música brasileira à africana), mas a maioria dos temas são clássicos portugueses. A sua presença em palco é também notável, como se verifica no DVD "Concerto em Lisboa."

YouTube: Mariza - "Ò Gente da Minha Terra"

Get Mariza music on Amazon: Fado Em Mim

Misia
11 | MÍSIA

The poetic lyrics of Mísia's Fado are brilliantly performed by the elegant singer who's also added other instruments to the sound, including piano and violin, as heard in one of her greatest albums, 1999's "Paixões Diagonais." In addition to Portugal, she's also been very well received in France and Spain.

Os poemas do Fado de Mísia são elegantemente interpretados pela fadista que tem acrescentado outros instrumentos ao género (incluindo piano e violino). Esse "novo Fado" pode ser ouvido num dos seus melhores álbuns, o "Paixões Diagonais" de 1999. Além de Portugal, a cantora é também muito apreciada em França e Espanha.

YouTube: Mísia - "Garras dos Sentidos"

Get Mísia music on Amazon: Paixões Diagonais

Ricardo Ribeiro
12 | RICARDO RIBEIRO

He started singing at the age of 12 and has participated in Fado compilations since then, but it was the 2010 album "Porta do Coração" that really launched his career as one of the great Fado voices of the moment. He chooses traditional songs and his homage to classic bohemian Fado is evident on the cover of "Porta do Coração," where he's shown with a cigarette in his mouth.

Estreou-se como cantor aos 12 anos, tendo participado em compilações de Fado desde então, mas foi o seu album "Porta do Coração" de 2010 que o lançou como uma das grandes vozes do momento. Escolhe temas tradicionais e a sua homenagem ao Fado clássico e boémio é evidente na capa de "Porta do Coração," onde aparece de cigarro na boca.

YouTube: Ricardo Ribeiro- "Desdobro a Madrugada"

Get Ricardo Ribeiro music on Amazon: Porta Do Coração

Fado Reviews

Críticas ao Fado

I don't think Fado is love at first sound. It also is not for everyone. When I first heard it on my first visit to Lisbon, I thought all the songs sounded the same and I just didn't understand why it was so popular. Of course I was much younger then, and when I happened to see part of Mariza's "Concerto em Lisboa" DVD, I ended up appreciating the sound much more. I can honestly say I now love Fado, I've gone to Lisbon just to hear it live, and although I don't speak Portuguese, part of my enjoyment is figuring out the meaning of each song or giving it my own. Purists may disagree, but I believe the new sound of Fado with the incorporation of new instruments will only help with the evolution of the genre and open it to a much broader audience. Fado is not the sound of guitars, but of feelings.
--Claire, UK

My grandparents were Portuguese, and I remember hearing Fado when I was very little. I found it incredibly boring. Eventually as an adult I became curious about it as a way to connect to my roots, and now I can't hear it without becoming emotional. Maybe it brings back memories of my grandparents, maybe it's "saudade," maybe it's in my Portuguese genes, but Fado has the power to give me chills, and I thank it for making my life richer.
--Angela, California

I don't know why but I don't like Fado sung by men. For some reason I find it to be a female sound, and the emotional impact is much stronger when sung by a female. I also think it can't be sung anywhere, there needs to be a special mood which is not always present in a typical Casa de Fado. When poorly sung, Fado can also be quite a bad experience, which is why listening to "Fado vadio" is not the best introduction to the genre. "Upbeat" Fado also loses much of its soul. All this to say that Fado can either be great or bad, there is no in between. A great Fado performace can be an amazing, emotional, and memorable experience, while the others are all quite forgettable. So tourists, you've been warned.
--Rafael, Lisboa

Amália Rodrigues sung it best, but also described it best by saying "Fado is a very mysterious thing. You have to feel it..."
--Joana, Lisboa

__________________________________________________________
Share your thoughts on Fado and/or any Fado singers through the email address below. Please provide your name and where you're from (city and/or country)

Partilhe a sua opinião sobre o Fado e/ou os seus fadistas preferidos através do email abaixo. Por favor inclua o seu nome e localidade (cidade e/ou país)