Cruising Lisbon in a Work of Art

Cacilheiro Trafaria Praia, Joana Vasconcelos

It crossed the Tagus for decades, but the commuter ferry now called “Trafaria Praia” was transformed into a work of art by artist Joana Vasconcelos, and was the “floating pavilion” that represented Portugal at the Venice Biennale in 2013. It’s now back in Lisbon, and starting on April 25th it will be on permanent display, and will once again navigate the waters for sightseeing cruises.
The inauguration is on the 25th but will only open to the public on the following day.

It will be docked for visits between Ribeira das Naus and Cais do Sodré, and cruises from Comercio Square to the Tower of Belém every day except Mondays. The price of tickets has yet to be revealed, but there’s capacity for 120 passengers.

The interior made ​​of cork and blue and white textiles is an installation that represents the underwater world (pictured above), while the exterior is covered with a tile panel illustrating a panoramic view of Lisbon.

Passeios no Tejo numa obra de arte

Atravessou o Tejo durante décadas, mas o barco agora chamado Cacilheiro Trafaria Praia foi transformado em obra de arte pela artista Joana Vasconcelos, sendo o “pavilhão flutuante” que representou Portugal na Bienal de Veneza de 2013. Já regressou a Lisboa, e a partir do dia 25 de abril vai encontrar-se em exposição permanente e voltar a navegar em viagens turísticas.
A inauguração é no dia 25 mas a abertura ao público será apenas no dia seguinte.

Será possivel visitar num cais entre a Ribeira das Naus e o Cais do Sodré, ou ir num dos passeios entre a Praça do Comércio e a Torre de Belém, que serão diários excepto às segundas-feiras. O custo dos bilhetes ainda não foi divulgado, mas haverá capacidade para 120 passageiros.

O interior feito de cortiça e têxteis azuis e brancos é uma instalação que faz lembrar o fundo do mar (na foto acima), enquanto o exterior é forrado com um painel de azulejos representando uma vista panorâmica de Lisboa.


Lisbon’s Future Conference Center Will Be in Edward VII Park

Pavilhão Carlos Lopes

Lisbon is currently one of the ten most popular destinations for conferences in Europe, and business travel is now the second most important market in the city after city breaks. Due to this growth, there’s a need for a new convention center with a larger capacity, and the site chosen for the new building is the current Carlos Lopes Pavilion in Edward VII park.
Other locations were considered, including the Parque das Nações district and Santa Apolonia (site of the future cruise terminal), but the pavilion (which is currently abandoned and rundown) was the choice due to its central location with easy access to public transportation and parking, and a large number of hotels nearby.
Now that the location is decided, it just needs the funding for the project. There’s a chance that the building named after the Portuguese Olympic champion will be both a congress center and sports pavilion. It would cost around 50 million euros, and it’s hoped that works are carried out within the next four years.

O novo Centro de Congressos de Lisboa será no Parque Eduardo VII

Lisboa é hoje um dos dez destinos mais procurados para congressos na Europa, sendo o turismo de negócios o segundo produto turístico mais importante para a cidade a seguir aos “city breaks” (estadas de curta duração). Depois deste crescimento, é agora necessário um centro de congressos com capacidade para mais participantes do que os existentes, e o local escolhido para a nova infra-estrutura é o atual Pavilhão Carlos Lopes no Parque Eduardo VII.
Foram estudadas outras localizações, no Parque das Nações e em Santa Apolónia próximo do futuro terminal de cruzeiros, mas o pavilhão, que neste momento se encontra abandonado e degradado, foi a escolha pela sua localização central, com bons acessos a transportes públicos, parque de estacionamento, e um grande número de hotéis nas redondezas.
Agora que a localização está decidida, faltam os fundos de financiamento para o projeto. Existe a hipótese de fazer do pavilhão com o nome do campeão olímpico português simultâneamente um centro de congressos e pavilhão de desportos. Isso poderia custar cerca de 50 milhões de euros, e ambiciona-se que as obras se realizem dentro dos próximos quatro anos.


A Discoveries Museum to Open on the Lisbon Waterfront

Marinha, Ribeira das Naus

There are plans for the creation of a Discoveries Museum on the waterfront Ribeira das Naus promenade. This new green space by the Tagus will be completed within the next few weeks, and the next step will be the opening of the museum which has been given the name “Discovery Center.” It will be a joint project of the Navy and Nova University, telling the story of the Portuguese maritime exploration.
Ribeira das Naus is a space linked to the Age of Discovery, since it’s where many of Portugal’s ships were built and repaired. It’s now frequented by locals and tourists between the city’s largest square and Cais do Sodré.
Lisbon has several spaces focusing on the different stages of the Discoveries, but there isn’t one entirely dedicated to the period which, for better or for worse, led to the globalization of today. At the Ancient Art Museum there are some treasures of that period, while the Orient Museum presents the first cultural exchanges between East and West, and the Maritime Museum tells the story of the exploration of the seas through model ships, globes and old maps.
No further information has been provided about the future “Discovery Center,” including a date for its inauguration.

A Ribeira das Naus Terá um Museu dos Descobrimentos

Está a ser estudada a construção de um museu dos Descobrimentos na Ribeira das Naus. Este novo espaço verde junto ao Tejo ficará concluído dentro das próximas semanas, e o próximo passo será a criação do museu, a que já foi dado o nome de “Centro Descobrir”. Será um projeto em conjunto com a Marinha e a Universidade Nova, e contará a história da expansão marítima portuguesa.
A Ribeira das Naus é um espaço muito ligado à época dos Descobrimentos, pois é onde se construíram e se recuperaram muitas das naus portuguesas. É hoje muito frequentado por lisboetas e turistas em passeios entre a maior praça da cidade e o Cais do Sodré.
Lisboa tem vários espaços onde se contam episódios dos Descobrimentos, mas não existe nenhum inteiramente dedicado a essa época que, para o bem e para o mal, levou à globalização de hoje. No Museu Nacional de Arte Antiga encontram-se alguns tesouros dessa época, no Museu do Oriente apresenta-se o intercâmbio cultural entre o Oriente e o Ocidente, e no Museu de Marinha conta-se a história da exploração dos mares através de modelos de barcos, globos e mapas antigos.
Não foi divulgada mais informação sobre o futuro “Centro Descobrir”, nem a data prevista para a sua abertura.


Skunkfunk Store in Chiado

Skunkfunk, Chiado, Lisboa

Skunkfunk

It was once represented in a multi-brand store in Bairro Alto, but the Spanish brand Skunkfunk has finally opened its own space in Lisbon. It’s found in Chiado, at number 82 of Rua Nova do Almada, and opens every day. It only offers the women’s collection, from dresses to jackets, t-shirts and wallets, and reveals an eco-friendly policy in the use of natural or recycled fibers.
Skunkfunk exists since 1996, when it began with a collection of t-shirts in the Basque Country with a strong connection to music festivals. It later adopted the fashion influences of cities like Barcelona and Bilbao, and is now in over a thousand stores across four continents.
The prices of the Lisbon store range between 15 to 190 euros.

Loja Skunkfunk no Chiado

Já esteve representada numa loja multimarca no Bairro Alto, mas a marca espanhola Skunkfunk só agora abriu um espaço próprio em Lisboa. Encontra-se no Chiado, no número 82 da Rua Nova do Almada, e abre todos os dias. Apresenta apenas a coleção de mulher, desde vestidos a casacos, t-shirts e carteiras, e revela preocupações ambientais em peças de fibras naturais ou recicladas.
A Skunkfunk existe desde 1996, começando com uma coleção de t-shirts no País Basco e com uma forte ligação aos festivais de música. Mais tarde adotou as influências da moda em cidades como Barcelona e Bilbau, e encontra-se agora em mais de mil lojas em quatro continentes.
Os preços da loja em Lisboa vão dos 15 aos 190 euros.


10 New Hotels Coming to Lisbon in 2014

10 Novos Hotéis em Lisboa em 2014

There are ten more hotels opening or under construction in Lisbon in 2014, in addition to the ones already announced here (Pousada de Lisboa, Porto Bay Liberdade, Indigo Old Town, and Tryp Lisboa Aeroporto). They’re almost all in the old city center, and the result of renovation of existing buildings. Although most are luxury accommodation of four or five stars, there are also a few of lower categories. They’re the result of local and foreign investments, with the downtown area towards Santa Apolonia (the site of the future cruise terminal) being where there’s more demand for the renovation of buildings.
For now, between Avenida da Liberdade and the riverfront, you’ll find the following hotels opening in 2014 and 2015.

Há mais dez hotéis com abertura ou início de construção prevista para 2014 em Lisboa, além dos que já foram aqui noticiados (Pousada de Lisboa, Porto Bay Liberdade, Indigo Old Town e Tryp Lisboa Aeroporto). Situam-se quase todos no centro histórico, e são o resultado de reabilitações de edifícios já existentes. Apesar de a maioria ser alojamento de luxo com quatro e cinco estrelas, há ainda hotéis de categorias mais económicas. São investimentos nacionais e estrangeiros, sendo a Baixa até à zona de Santa Apolónia (local de um novo terminal de cruzeiros), onde existe maior procura por edifícios para reabilitar.
Para já, entre a Avenida da Liberdade e o Tejo, encontrará os seguintes hotéis a estrear entre 2014 e 2015.

Lux Lisboa Park Hotel, Lisbon

LUX LISBOA PARK

Opening in March, this hotel is located on Rua Padre António Vieira by Edward VII Park and a short walk from Avenida da Liberdade. After an investment of 13 million euros, it will have 97 rooms of the 4-star category.

Com abertura prevista para março, este hotel fica na Rua Padre António Vieira, junto ao Parque Eduardo VII e a passos da Avenida da Liberdade. Depois de um investimento de 13 milhões de euros, terá 97 quartos com categoria de quatro estrelas.

Hotel Avenida da Liberdade, Lisbon

HOTEL AVENIDA DA LIBERDADE

The name and the affiliated group is still being discussed, but a building originally restored by the local Lanidor group on Avenida da Liberdade expects to open as a hotel by the spring of 2014. The new owner has managed Bairro Alto Hotel, and for this new project with 25 rooms there will also be luxury 5-star service.

O nome e o grupo a que ficará afiliado ainda está em estudo, mas um edifício inicialmente restaurado pelo grupo Lanidor na Avenida da Liberdade espera abrir como hotel até à primavera de 2014. O novo proprietário já explorou o Bairro Alto Hotel, e neste novo projeto com 25 quartos também criará um ambiente de luxo de cinco estrelas.

Holiday Inn Avenida, Lisbon

HOLIDAY INN EXPRESS AVENIDA DA LIBERDADE

Opening in February, this is the fourth Holiday Inn hotel in Lisbon. This time it’s right in the center of the city, on Rua Alexandre Herculano by Avenida da Liberdade. It’s in a beautifully restored building, offering 108 rooms and 4-star service.
(You may already book a room: Holiday Inn Avenida da Liberdade)

Em Fevereiro abrirá o quarto hotel do grupo Holiday Inn em Lisboa, desta vez bem no centro, na Rua Alexandre Herculano perto da Avenida da Liberdade. Ocupará um belo edifício restaurado, e contará com 108 quartos e serviço de quatro estrelas.
(Já é possível reservar: Holiday Inn Avenida da Liberdade)

HOLIDAY INN LISBOA OLD TOWN

There is still a fifth Holiday Inn coming to Lisbon, to the heart of downtown, on Rua da Prata. It will have 70 rooms and a 3-star rating.

Virá ainda um quinto Holiday Inn, para o coração da Baixa, na Rua da Prata. Oferecerá um serviço de três estrelas em 70 quartos.

HOTEL FÉNIX MUSIC

Another hotel by Marquês de Pombal Square in the Avenida da Liberdade area. It’s on Rua Joaquim António de Aguiar and will have 109 rooms after an investment of 15 million euros. It expects to open in the second half of 2014, and will have a 3-star rating. On the upper floor it will have a pool and garden with panoramic views.

Mais um hotel junto ao Marquês de Pombal na zona da Avenida da Liberdade. Fica na Rua Joaquim António de Aguiar e terá 109 quartos depois de um investimento de 15 milhões de euros. Espera abrir no segundo semestre de 2014, e terá a categoria de três estrelas. No último piso caberá uma piscina e um jardim com vista panorâmica para a cidade.

SANA Evolution Saldanha, Lisbon

SANA EVOLUTION SALDANHA

It’s outside the old town but still in the city center, on Praça Duque de Saldanha. It’s a 4-star hotel opening before the summer of 2014, with 144 rooms and the promise of an innovative technological concept.

Já fora do centro histórico mas bem no centro da cidade, na Praça Duque de Saldanha, abrirá este hotel de quatro estrelas antes do verão de 2014. Terá 144 quartos e promete um conceito inovador, com uma forte componente tecnológica.

MEMMO PRÍNCIPE REAL

After opening a beautiful design hotel in Alfama, the Memmo group hopes to do the same in the Principe Real district in 2015. It will have 40 rooms and a 4-star rating.

Depois de abrir um belo hotel design em Alfama, o grupo Memmo espera fazer o mesmo no Príncipe Real em 2015. Terá 40 quartos e quatro estrelas.

ROSSIO GARDEN HOTEL

It’s only two stars, but in a 5-star location. It’s found between Rossio and Praça dos Restauradores, facing the busy Rua das Portas de Santo Antão on Rua Jardim do Regedor. It’s opening right at the beginning of the year with a décor by local designer João Rôlo, and is divided into 56 rooms.

Tem uma categoria de duas estrelas mas a localização é de cinco. Situa-se entre o Rossio e a Praça dos Restauradores, virado para a movimentada Rua das Portas de Santo Antão na Rua Jardim do Regedor. Abre já no início do ano com uma decoração da responsabilidade do estilista João Rôlo, e divide-se em 56 quartos.

HOTEL PORTUGAL

It’s opening in the first month of the year, between Praça da Figueira and Martim Moniz, on Rua João das Regras. In reality it’s a reopening, since there already was a hotel with the same name in the same building. But under new management, which completely renovated it, it’s now a completely new hotel. It’s 4-star boutique accommodation with 53 rooms and a curious wine cellar.

Vai abrir no primeiro mês do ano, bem perto da Praça da Figueira e do Martim Moniz, na Rua João das Regras. Na realidade é uma reabertura, pois já existia aqui um hotel com o mesmo nome. Mas tem um novo proprietário, que lhe deu uma remodelação profunda, podendo por isso dizer-se que se trata de um hotel completamente novo. É agora um hotel de charme de quatro estrelas, com 53 quartos e uma curiosa cave de vinhos.

HOTEL EUROSTARS

The renovation and extension of an old palace between Casa dos Bicos and Santa Apolonia begins in 2014, but will only open as a hotel in late 2015 or early 2016. It will be five stars and have 91 rooms after an investment of 22 million euros.

As obras de recuperação e ampliação de um antigo palácio entre a Casa dos Bicos e Santa Apolónia começam já em 2014, mas apenas abrirá como hotel nos finais de 2015 ou início de 2016. Será de cinco estrelas e terá 91 quartos depois de um investimento de 22 milhões de euros.


A New Arts Center for Lisbon

Centro de Artes EDP, Lisboa

The demolition of several buildings next to the Electricity Museum on the waterfront in the Belém district has begun, making space for a new cultural center. This is a private project of the EDP energy company that has taken some time to be approved by the city council. Designed by British architect Amanda Levete (who has also designed the extension of the Victoria & Albert Museum in London), it’s an undulating construction of curved lines that will take an investment of 19 million euros by the company. The project, which includes a pedestrian and cycling overpass above the railway line, had to be redesigned for violating the Lisbon Master Plan, but works are expected to begin in early 2014.
The new “Arts Center” will renovate the surroundings as a pedestrian waterfront area, and reinforce the tourist and cultural attractions of the neighborhood. It will complement the programming of the Electricity Museum with contemporary art exhibitions and events like the Architecture Triennale. The company is also expected to support “a great sailing event” in this part of town .
The shell-shaped building will be partly underground and will have more than 4000 square meters, divided into exhibition space, an amphitheater, educational center, cafeteria, office space, and services. It will be possible to walk over it for panoramic views, while the exterior staircase descends to the water. The goal is to make this a large public space.

Centro de Artes EDP, Lisboa

Um novo centro de artes para Lisboa

Já começaram as demolições de um conjunto de prédios ao lado do Museu da Electricidade frente ao Tejo em Belém, que darão lugar a um novo centro cultural. Trata-se de uma obra privada da EDP que tem levado algum tempo a aprovar pela Assembleia Municipal de Lisboa. Desenhada pela arquiteta britânica Amanda Levete, autora da extensão do Museu Victoria & Albert em Londres, é uma construção de linhas curvas e fluídas que custará 19 milhões de euros à empresa. O projeto, que inclui uma ponte pedonal e ciclável sobre a linha férrea, tem vindo a ser reformulado por não respeitar o PDM (Plano Diretor Municipal), mas prevê-se que arrancará no início de 2014.
O novo “Centro de Artes” irá requalificar toda a zona envolvente, oferecendo uma aproximação pedonal ao rio, e reforçando a oferta turística e cultural da zona. Irá complementar as atividades do Museu da Electricidade, com exposições de arte contemporânea e eventos como a Trienal de Arquitetura. Prevê-se ainda o apoio da empresa a “um grande evento náutico” nesta zona da cidade.
O edifício em forma de concha será em parte subterrâneo, e terá uma área superior a 4000 metros quadrados, dividindo-se em espaço para exposições, anfiteatro, centro educativo, cafetaria, zona administrativa e serviços. Será possivel caminhar por cima para vistas panorâmicas, e as escadarias exteriores descerão até ao Tejo. O objectivo é fazer deste um grande espaço público.


A New Elevator for the Hill of Alfama

Elevador no Miradouro de Santa Luzia, Alfama

Lisbon’s city council continues to invest in a network of elevators to facilitate going up and down the city’s hills. After installing one on Rua dos Fanqueiros downtown, and another nearby on Chão do Loureiro to provide easier access to the castle district, another will now be installed on the Santa Luzia terrace. It will go down to Rua Norberto Araujo, giving access to Alfama’s maze of streets. At the moment there are stairs between this terrace and that of Portas do Sol, but the elevator will be especially helpful for the elderly and people with reduced mobility.
It should be ready by the end of the year, but the rundown buildings next to it will have to wait a little longer for their renovation. Those who visit this viewpoint, however, can already see an illustration of the project.

Um Novo Elevador em Alfama

A Câmara Municipal de Lisboa continua a apostar numa rede de acessibilidade assistida, com a colocação de elevadores para facilitar as subidas e as descidas das colinas da cidade. Depois dos elevadores na Rua dos Fanqueiros e Chão do Loureiro que ligam a Baixa e o Castelo, vai ser instalado um elevador no Miradouro de Santa Luzia que desce até à Rua Norberto Araújo, dando acesso às ruas labirínticas de Alfama. Neste momento existem escadas entre este miradouro e o das Portas do Sol, mas o elevador será com certeza a pensar nos idosos e na população e visitantes com mobilidade reduzida.
Estará pronto até ao final do ano, mas os edifícios devolutos ao lado terão de esperar um pouco mais pela reabilitação. Quem visita o miradouro, no entanto, já poderá ver uma ilustração do projeto.


Lisbon to Have the World’s First “Beauty Boutique” by L’Oreal Paris

L'Oreal, Chiado, Lisboa

L'Oreal Paris

L’Oreal Paris, present in 130 countries but only in cosmetics departments, will open its first “beauty boutique,” in Lisbon’s Chiado district. Number 105 of Rua Nova do Almada will, starting November 1st, become a space that brings together for the first time all of the brand’s products, from shampoos to conditioners, to facial and body treatments, while adding other services like makeup, nails, hair, and skin diagnostics.
To celebrate this innovative concept for the brand, the new store will offer a 24-hour marathon of makeovers (nails, makeup, and hair), working night and day, from 8PM on November 1st to 8PM of the following day. Obviously because Lisbon’s ladies are worth it.

A Primeira “Boutique de Beleza” da L’Oreal Paris Abre em Lisboa

A L’Oreal Paris, que se encontra em 130 países mas apenas em departamentos de cósmetica, abrirá a sua primeira “boutique de beleza”, em Lisboa, no Chiado. O número 105 da Rua Nova do Almada será, a partir do dia 1 de novembro, um espaço que junta pela primeira vez todas as categorias de produtos da marca, desde champôs, a amaciadores, tratamentos de rosto e corpo, juntando ainda outros serviços como maquilhagem, unhas, cabeleireiro e diagnóstico de pele.
Para inaugurar este conceito da marca inédito em todo o mundo, a nova loja vai oferecer uma maratona de mudanças de visual durante 24 horas (unhas, maquilhagem e penteado), funcionando noite e dia, das 20h00 do dia 1 até às 20h00 do dia 2. Obviamente porque as lisboetas merecem.


A Million-Euro Restoration for Lisbon’s Historic Conceição Velha Church

Igreja da Conceição Velha, Lisboa

Local charity institution Santa Casa da Misericódia, founded in 1498 by Queen Leonor, will make one of its biggest investments of all time in the renovation of cultural heritage. It’s the restoration of Lisbon’s second-largest Manueline temple after the Jeronimos Monastery, the Church of Conceição Velha. It’s found between downtown and Alfama but receives few visitors, with its magnificent façade now darkened by traffic pollution and its interior slightly decayed. The altar is the former chapel of the Blessed Sacrament, a treasure that survived the destruction of the old Misericórdia Church in the 1755 earthquake.
The portal is a jewel of the Manueline style, and the million-euro facelift is expected to dignify the monument and attract more visitors.

Um restauro de um milhão de euros para a histórica Igreja da Conceição Velha

A Santa Casa da Misericódia de Lisboa, fundada em 1498 pela Rainha Leonor, vai fazer um dos seus maiores investimentos de sempre na recuperação de património. Será a recuperação do segundo maior templo manuelino em Lisboa depois do Mosteiro dos Jerónimos, a Igreja da Conceição Velha. Situa-se entre a Baixa e Alfama mas é pouco visitada, estando a sua magnífica fachada escurecida pela poluição do trânsito e o interior algo deteriorado. O altar-mor é a capela do Santíssimo Sacramento, um tesouro que sobreviveu à destuição da antiga Igreja da Misericórdia no terramoto de 1755.
O portal é uma das joias do manuelino, e com o seu restauro com um valor de um milhão de euros espera-se dignificar o monumento e atrair mais visitantes.


Classic Lamps Back on Praça do Comércio

Praça do Comércio

The old street lamps were removed from Praça do Comércio during its makeover in 2010. Dating from the late 1800s (with some more recent examples from the late 1920s), they were replaced by contemporary minimalist lighting that did not please many locals. But this week the classic look returned to the square, featuring a traditional Lisbon style, topped by the symbol of the city — a vessel and two crows. A total of four were placed at each corner of the square.

Candeeiros clássicos estão de volta à Praça do Comércio

Os candeeiros antigos foram retirados da Praça do Comércio quando começou a sua requalificação em 2010. Tinham origem nos finais do século XIX, sendo o modelo mais recente dos finais dos anos 20 do século passado. Foram substituídos por peças contemporâneas de traço minimal que não agradou a muita gente, mas desde esta semana a praça volta a ter iluminação de estilo clássico. É um estilo típicamente lisboeta, com cada exemplar encimado pelo símbolo da cidade (uma nau e dois corvos), e foram colocados quatro nos quatro cantos da praça.