Lisbon Tourism Guide
Lisbon Lux FacebookLisbon Lux TwitterLisbon Lux on Google PlusLisbon Lux on Instagram

HOME | INÍCIO
[ THE ESSENTIAL LISBON TOURISM & INSIDER'S CITY GUIDE ] [ O GUIA ESSENCIAL DE TURISMO E DA CIDADE DE LISBOA ]


The Best of Lisbon | O Melhor de Lisboa

Portuguese Pavements in Lisbon

Calçada Portuguesa em Lisboa
Calçada Portuguesa, Lisboa

Lisbon's ubiquitous cobblestone designs were first introduced in the late 1700s, during the rebuilding of the city after the earthquake of 1755. The apparent inspiration was Roman mosaics, and it was an ingenious way to reuse the earthquake rubble. Lisbon was therefore covered in small limestone and basalt pieces, creating black and white patterns without the use of cement.
It was beautiful and easy, but also artistic, which meant it had to be created by master pavers who knew the special technique.
Most of the designs were related to Lisbon's maritime heritage, depicting wave patterns (as seen in Rossio Square), ships and sea creatures. Later, they also spelled out shop names and logos.
The fashion caught on all over the city, spread throughout Portugal, to its colonies (it's now also a trademark of Rio de Janeiro's beachfront promenades and of Macau's public squares), and around the world (John Lennon's memorial in New York's Central Park is an example).
Despite being an important part of Lisbon's identity, it's a dying art, as there are only a few skilled craftsmen left. These pavements are also quite slippery when it rains, and require constant maintenance and repair work (not to mention a higher cost than the concrete-based alternative), so it's in danger of just becoming part of Lisbon's history. A massive renovation of Praça do Comércio in 2010, for example, removed the old cobblestone mosaics.
Still, there are many beautiful examples to admire around the city. In addition to the landmark design in Rossio Square, you'll see more covering Avenida da Liberdade, Chiado, and Parque das Nações, this last one with modern compositions by the Oceanarium.

A calçada que cobre grande parte de Lisboa surgiu no século XVIII, durante a reconstrução da cidade após o terramoto de 1755. A inspiração parece ter sido os mosaicos romanos, e foi uma maneira engenhosa de reutilizar pedaços dos escombros do sismo. Lisboa foi assim coberta de pedras de calcário e basalto, que formam padrões a preto e branco sem a utilização de cimento.
É bonito e simples, mas também artístico e por isso só possível com calceteiros especializados. Originalmente a maioria dos desenhos eram relacionados com a cultura marítima da cidade, ilustrando padrões de ondas (como se vê no Rossio), caravelas e peixes. Mais tarde também se ilustravam os nomes e os logotipos de espaços comerciais.
A moda pegou por toda a cidade, espalhou-se pelo país e pelas colónias (como nos famosos calçadões do Rio de Janeiro e nas praças de Macau), e pelo mundo fora (o memorial a John Lennon, no Central Park em Nova Iorque, é um exemplo).
A calçada é uma parte importante da identidade de Lisboa, mas é uma arte que está a morrer, já que o número de calceteiros tem vindo a diminuir. Este tipo de pavimento é também bastante escorregadio quando chove, e exige uma manutenção e reparação constante (já para não falar de um custo mais elevado do que a alternativa em cimento). Por isso há o risco de a calçada tornar-se apenas parte da história de Lisboa no futuro. A renovação da Praça do Comércio em 2010, por exemplo, retirou a calçada artística que existia.
Apesar de tudo, ainda se encontram belos exemplos por toda a cidade. Além do mais emblemático no Rossio, existem outros pela Avenida da Liberdade, no Chiado, e ainda no Parque das Nações, com as suas criações mais contemporâneas junto ao Oceanário.




Calçada Portuguesa, Lisboa
Calçada Portuguesa, Lisboa
Calçada Portuguesa, Lisboa
Calçada Portuguesa, Lisboa


There's More:

See the 10 MOST BEAUTIFUL PAVEMENTS IN LISBON »


Há Mais:

Veja as 10 MAIS BELAS CALÇADAS EM LISBOA »


LIKE THIS? SHARE IT! | GOSTA? PARTILHE!

Do You Follow Lisbon? | Segue Lisboa?
Lisbon Facebook Page
Lisbon Lux FacebookFACEBOOK.COM/LISBONLUX
Lisbon Lux on InstagramINSTAGRAM.COM/LISBONGUIDE


LISBON DEALS RIGHT NOW: | PROMOÇÕES EM LISBOA: Booking.com


SEARCH LISBON: | PROCURE LISBOA:
FIND YOUR HOTEL: | ENCONTRE O SEU HOTEL:
Booking.com


RECOMMENDATIONS: | RECOMENDAÇÕES:


The Guide to the Luminous City | O Guia da Cidade Luminosa

Lisbon Lux Facebook
LISBON FACEBOOK
O FACEBOOK DE LISBOA

Follow Lisbon on Facebook. Your daily connection to what's new and noteworthy in the city.


Siga Lisboa no Facebook. A sua ligação diária a tudo o que há de novo e de notável na cidade.


Hotels
HOTELS
HOTÉIS

The easiest way to find hotels in Lisbon, for every taste and budget:
SEARCH FOR YOUR HOTEL


A maneira mais fácil de encontrar hotéis em Lisboa, para todos os gostos e carteiras:
ENCONTRE O SEU HOTEL


Lisboa Card
FREE LISBON:
LISBOA GRÁTIS:

Lisbon's trams, buses, Metro, trains to Sintra and Cascais, and many of the major monuments and museums are free, and many other attractions offer reduced admission with the LISBOA CARD


Os eléctricos (bondes), autocarros (ônibus), metro e comboios (trens) para Sintra e Cascais, assim como muitos dos principais monumentos e museus, são gratuitos, e muitas outras atrações oferecem desconto com o LISBOA CARD


Tours
TOURS
PASSEIOS

See Lisbon on foot, from an open-tup bus, tram, or even boat or helicopter, or take a day trip to Sintra, the beaches of Cascais and Estoril, or even to Évora or Fátima. Check out all the available LISBON TOURS


Passeie por Lisboa a pé, num autocarro panorâmico, de eléctrico, ou até de barco ou helicóptero, ou vá até Sintra, à costa de Cascais e Estoril, ou até Évora ou Fátima. Veja todos os PASSEIOS POR LISBOA